Ler mais em 2019 e sempre

Last modified date

Comments: 0

Um dos meus objetivos para este ano [e para a vida] é ler mais!
Eu não gostava de ler. Ou talvez ainda não tivesse descoberto os livros certos..
E não gostar de ler também implicava também pouca vontade de estudar (não era má aluna mas, desde que tivesse positiva, ficava satisfeita. Também gostava das boas notas, mas preferias as medianas porque davam ‘menos trabalho’).

Entretanto fui mãe e, como toda a gente sabe, os miúdos são autênticas esponjas.

Ora, se eu acho que ler é um bom hábito, desde cedo tenho comprado alguns livros para a Caetana.
Mas comprar livros não chega. De que adianta tê-los se não os souber manusear?
E de que adianta eu dar-lhe livros, se ela não me vir usá-los?
É certo que lhe conto algumas histórias, mas têm de ser curtas ou não haverá capacidade de concentração que aguente.
Vai daí que me propus ler, no mínimo, 1 livro por mês. Já li 1 em janeiro e comecei hoje o segundo.
Não retiro tempo de brincadeira à Caetana para o fazer mas posso aproveitar para ir lendo quando ela brinca com o pai, ou estar a ler quando acorda da sesta.. Pequenas mudanças que fazem toda a diferença aos olhos de uma criança.
Principalmente porque ela tem pedido companhia para dormir à tarde. Acorda a chorar e sossega novamente se ficar ali ao lado (quando não vai à creche e nos fins de semana). Eu tenho duas opções: ver séries ou algo num ecrã, ou estar a ler um livro. Sem dúvida que prefiro que acorde e me veja de livro na mão.

Entretanto acompanho diariamente o trabalhos da Helena Magalhães. Li o livro dela ‘Diz-lhe que não’, adorei e recomendo. E sou seguidora assídua do seu book gang. Podem procurar no instagram @helenaimagalhaes e @hmbookgang

E por aí? Gostam de ler?

Os s vossos filhos gostam de ouvir histórias?

Se gostaste deste artigo partilha-o nas tuas redes sociais:

Carolina Valente Pereira

Share

No Responses

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Post comment